Doenças incapacitantes que permitem aposentadoria pelo INSS.


Conheça aqui a lista de doenças incapacitantes INSS que garantem sim, a aposentadoria imediata de diversos cidadãos.

A aposentadoria por incapacidade permanente, anteriormente conhecida como aposentadoria por invalidez, é uma modalidade previdenciária destinada a proteger o trabalhador.

Entender as doenças que podem levar a esse tipo de aposentadoria e como dar entrada no processo é fundamental para aqueles que se encontram nessa situação.

Vamos explorar esse tema detalhadamente, veja abaixo mais detalhes sobre a lista de doenças incapacitantes INSS.


Lista de doenças incapacitantes INSS!

Abaixo está a lista de doenças incapacitantes INSS que garantem aposentadoria diretamente:

  • Esclerose Múltipla – Uma doença neurológica, crônica e autoimune que afeta o cérebro e a medula espinhal. A progressão e os sintomas variáveis podem incapacitar o indivíduo para o trabalho
  • Doença de Parkinson – Uma desordem degenerativa do sistema nervoso central que afeta principalmente o motor do indivíduo, podendo levar a tremores, rigidez e a lentidão de movimentos, dificultando a realização de atividades diárias
  • Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) – Também conhecida como doença de Lou Gehrig, é uma doença neurodegenerativa progressiva que afeta células nervosas no cérebro e na medula espinhal, causando perda de controle muscular
  • Câncer (em estágio avançado) – Dependendo do tipo de câncer e da fase em que se encontra, pode ser considerado incapacitante de forma a justificar a aposentadoria por incapacidade permanente
  • Doenças Cardíacas Graves – Incluem condições como insuficiência cardíaca congestiva grave, cardiopatia grave e outras doenças que afetam significativamente a capacidade de trabalho do indivíduo.
  • Hanseníase – Uma doença infecciosa que, mesmo com tratamento, pode causar incapacidades físicas e complicações que justifiquem a aposentadoria
  • Tuberculose Ativa – Uma doença infecciosa grave que pode afetar principalmente os pulmões, mas também outros órgãos, requerendo tratamentos longos e debilitantes
  • HIV/AIDS – Em estágios avançados, pode causar sérias limitações físicas e vulnerabilidade a outras doenças, justificando a aposentadoria por incapacidade
  • Doença Renal Crônica – A fase terminal da doença renal, geralmente necessitando de diálise regular, o que pode incapacitar significativamente o paciente
  • Doenças Mentais Graves – Como esquizofrenia severa e transtorno bipolar, que podem incapacitar o indivíduo de manter a funcionalidade no trabalho e na sociedade.

Existem algumas condições de saúde consideradas tão graves que podem levar à aposentadoria por incapacidade permanente sem a necessidade de cumprir o tempo de contribuição exigido para outras modalidades de aposentadoria.

Enviar pelo WhatsApp compartilhe no WhatsApp

É importante ressaltar que, apesar de algumas doenças serem associadas à possibilidade de aposentadoria direta, cada caso é analisado individualmente, e a concessão depende da avaliação da incapacidade do indivíduo para o trabalho, não apenas do diagnóstico da doença.

Como dar entrada na aposentadoria por incapacidade permanente?

O processo para requerer a aposentadoria por incapacidade permanente envolve várias etapas importantes, que devem ser seguidas cuidadosamente para garantir a correta avaliação e concessão do benefício, veja abaixo:

  1. Acesse o site Meu INSS
  2. Clique em “Entrar com Gov.br”
  3. Faça login no sistema
  4. Escolha a opção “Novo pedido”
  5. Selecione o requerimento “Pedir Benefício por Incapacidade”.

É crucial possuir um relatório médico detalhado, incluindo diagnósticos, tratamentos realizados, respostas aos tratamentos e uma descrição de como a condição impede o desempenho laboral.

Após o requerimento, será agendada uma perícia médica com um profissional do INSS, que avaliará se a incapacidade é realmente permanente e se está relacionada à atividade laboral do indivíduo.

Seguido da perícia, é essencial acompanhar o processo e, em caso de negativa, considerar a possibilidade de recurso administrativo, onde novos documentos e laudos podem ser apresentados para reavaliação.

Em muitos casos, pode ser útil buscar o apoio de um advogado especializado em direito previdenciário para ajudar no processo de solicitação e em eventuais recursos, garantindo assim a maior precisão e eficácia na condução do caso.

São essas as lista de doenças incapacitantes INSS que podem garantir aposentadoria imediata, para mais artigos como esse, relacionadas ao cidadão, não deixe de acompanhar o nosso blog!


📂 Geral